Cashless, o adeus às filas nos eventos esportivos

cash-less-4

Já ouviu falar em Cashless? Há quem diga que é a forma de pagamento do futuro. Mas em outros países já se faz mais do que presente. No Brasil já vem sendo utilizado por cantinas de escolas, casas noturnas e em parques de diversão principalmente. Mas o que seria Cashless?

Trata-se de uma forma de receber pagamentos sem dinheiro vivo, por meio de cartões de fidelização com apoio da internet ou por meio de celulares, ou até mesmo com cartões com código de barras. O objetivo principal é oferecer comodidade aos clientes e diminuir as filas, acelerando o tempo de pagamento e claro, agregar serviços à fidelização.

A Comodidade e os benefícios ofertados deste tipo de tecnologia possivelmente podem ocasionar o aumento do o consumo de gêneros alimentícios e de bebidas nos bares das arenas esportivas. Afinal, filas menores geram mais consumo, como já tem se observado em outros países. Pois ninguém gosta de gastar tempo em fila e perder parte do espetáculo. Além de lucrar com o aumento do consumo o gestor ainda é beneficiado  com a possibilidade de trabalhar os dados de consumo, e ainda analisar para segmentar seu público em perfis de marketing diferentes, e, assim realizar campanhas publicitárias e ações promocionais mais coerentes com estes perfis e de maneira mais individualizada, via internet ou celular, por exemplo. Benefícios deste tipo tendem a aumentar a satisfação dos clientes, no caso o público do evento, e a aumentar a taxa de fidelização. Afinal, é fato que qualquer pessoa quando bem atendida volta a consumir e/ou indica o produto aos amigos.

O sistema Cashless não é tão novidade. Entretanto, nossas arenas esportivas ainda não fazem uso deste tipo de tecnologia. Ou seja, ainda estamos longe de ofertar os melhores conteúdos e possibilidades para o consumidor do produto esporte. Também por isso ainda temos as competições esportivas como algo isolado e não como verdadeiros espetáculos de entretenimento. Está na hora dos clubes e dos gestores das nossas arenas utilizarem mais da empatia. Supondo que um destes gestores levasse sua própria família para assistir a um clássico do futebol da arquibancada, como gostaria de consumir cada parte do produto esporte desde a hora em que sair de casa até quando retornar? Há segurança, conforto, praticidade e entretenimento coerentes com o valor dos ingressos? Talvez seja por isso que a relação custo x benefício da compra de ingressos de eventos esportivos é VISTA por muitos apenas COMO CUSTO, pois FALTAM “BENEFÍCIOS”.

Por Matheus Gomes

Gostou? Curta e compartilhe! 😉

Logo bpm vertical degradê PARA O BLOG

“O ESPORTE CONSTRÓI MARCAS!”

Confira na íntegra as matérias que inspiraram este post:
Artigo 1: Arena Plan

Imagem Capa – Divulgação internet
Imagem 2: Propriedade BPM Marketing Esportivo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>