A nova Medellin

Desenvolvimento em prol do esporte

A famosa Medellin se destacava no imaginário popular como a capital do Pablo Escobar, drogas e grandes carteis violentos que dominavam as esquinas da cidade. Uma realidade que o tempo apagou e fez questão de reconstruir por ali uma história de causar inveja em muitos países. A cidade que deixou sua marca em sangue na década de 90, hoje se orgulha do suor de atletas, que tem se tornado referência a nível nacional e internacional, e de cidadãos, que cada vez mais se acercam de vidas saudáveis e felizes.

O recente e trágico acidente envolvendo a equipe da Chapecoense fez com que a cidade da eterna primavera, como é conhecida pelos Colombianos, ganhasse repercussãomundial, mostrando a todos o poder da solidariedade desse povo latino americano e abrindo portas para que conheçam a nova realidade da cidade, referência em transporte público e qualidade de vida. A cidade capital do estado de Antioquia possui um dos mais modernos e desenvolvidos centros de treinamento da América Latina. Tudo isso a disposição de moradores e turistas sem nenhum custo.

A cidade foi sede dos Jogos Sulamericanos no ano de 2010 e uma boa gestão soube manter os espaços esportivos em alto nível e acessíveis a todos que desejam treinar os mais diversos esportes. Dentre os mais praticados na estrutura estão atletismo, tênis de mesa, tênis, basquete, voleibol de quadra e areia, futebol, futsal e society, softball e beisebol, xadrez, kartódromo, ciclovias, patins, natação olímpica, saltos ornamentais, nado sincronizado, ginástica, academia e até mesmo hockey sob a água, divido em mais de 50 espaços de treinamento públicos.

Na teoria, tudo perfeito, mas e na prática?

Na prática, mais perfeito ainda, a cidade respira esporte e estar aqui é um convite a praticar alguma atividade, conhecer um novo esporte ou simplesmente apreciar e vivenciar o cotidiano desses atletas. Atualmente, moro na cidade e frequento as piscinas da Unidade desportiva Atanasio Girardot, onde estão concentradas a maioria dos espaços esportivos e inclusive o estádio local, que leva o mesmo nome. Este é a atual do Atlético Nacional e Independente Medellin. O parque aquático conta com várias piscinas, sendo duas olímpicas, algumas climatizadas e disponíveis a todos, independentemente da idade, desde que sua intenção seja a pratica do esporte, levado muito a sério por aqui. Minha experiência começa fazendo um simples registro online na plataforma do INDER (empresa pública responsável pela manutenção dos espaços esportivos) e com simples informações, como seu número de passaporte ou cédula, em caso de colombianos, você consegue agendar sua hora de treinamento, sempre disponíveis e de fácil acesso. Cada horário é de 1h e pode ser agendando quantas vezes queira, desde que mantenha o intervalo de um dia entre os treinamentos da mesma modalidade. O complexo conta ainda com diversas pequenas lanchonetes, que oferecem durante todo o dia, frutas frescas e sucos saudáveis a preços honestos, além de lojas esportivas em galerias próximas.

Além da infraestrutura a cidade se preocupa em promover eventos e competições, afim de incentivar os atletas, descobrir novos talentos e os tornarem cada vez mais competitivos e preparados a eventos internacionais. Já em sua sexta edição, a cidade oferece a cerca de 5 mil crianças de 8 a 14 anos de toda a Colômbia e, inclusive, delegações estrangeiras a oportunidade de disputar 14 modalidades esportivas em um evento conhecido como Festival de los Festivales, realizado sempre no início do ano.

Um evento que conta com transmissões de rádio e dois canais de televisões, e a presença de convidados ilustres, como o presidente da Colômbia e o treinador da seleção profissional de futebol. Uma grande vitrine para novos atletas de sucesso e um incentivo ao esporte. O dinheiro arrecadado pela entrada no evento, que custa cerca de R$3,50 por dia, no final é revertido a compra de matérias escolares e doado a crianças carentes de toda a região metropolitana da cidade.

Colômbia vem colhendo o fruto desse investimento e cada vez mais sendo competitiva a nível internacional, com atletas de ponta e equipes que deixam transparecer todo o esforço do Governo quando o quesito é esporte. Fora tudo isso, o mais bonito e interessante é ver a qualidade de vida desses moradores “comuns” que desfrutam desses espaços de alta qualidade, desenhado para atletas profissionais. Enquanto isso a realidade vivida pelos brasileiros a realidade é outra. Até mesmo atletas olímpicos renomados se veem obrigados a investir suas próprias finanças em seu treinamento ou a buscar patrocínios quase impossíveis, limitando grandes futuros talentos a despontar no cenário esportivo mundial.

Já pensou como seria nosso país com essa estrutura e pensamento?

 

Por Pedro Tortorelli

Gostou? Curta e compartilhe! 😉

Logo bpm vertical degradê PARA O BLOG

“O ESPORTE CONSTRÓI MARCAS!”

Imagem Capa –  Fonte: Arquivo Pedro Tortorelli (adaptada)
Imagem 2 a 4 – Fonte: Arquivo Pedro Tortorelli
Imagem 5 – Fonte: David Sánchez / El Tiempo – Equipe “La Nubia”celebrando uma vitória

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>